Título



Add this Smart Layers

Analytics Liga Antiterrorismo

Google+

Pesquisar este blog



Placeat tibi Sancta Trinitas





sexta-feira, 3 de julho de 2015

O povo tem razão em desconfiar que Lula e Dilma fraudaram as urnas, diz ...








.

MULHER MORRE SEM ATENDIMENTO NO SUS - UPA. O SUS É UMA MENTIRA QUE MATA!




.

MULHER MORRE SEM ATENDIMENTO NO SUS - UPA. O SUS É UMA MENTIRA QUE MATA!
Posted by Paulo Eduardo Martins on Quinta, 25 de junho de 2015

O encontro entre a comunista Dilma Rousseff e a socialista globalista Condoleezza Rice em Stanford















.

















O encontro entre a comunista Dilma Rousseff e a socialista globalista Condoleezza Rice em Stanford



140 shares

A notícia do encontro entre a soberana búlgara Dilma Rousseff com Condoleezza Rice, a ex-Secretária de Estado do governo Bush. Para o público desavisado pode até ser chocante as duas antagonistas políticas estarem se reunindo, mas isso somente através de uma visão modelada pela mídia. O rótulo de Rice ser uma mulher dura e conservadora, inimiga das esquerdas mundiais a serviço de uma máquina de guerra imperialista norte-americana, só cola mesmo para os desinformados que lêem e acreditam na Veja, Carta Capital, Folha de S.Paulo, O Globo…
Dilma Rousseff com Condoleezza Rice e George Shultz, fundador do Diálogo Interamericano















Josef Korbel e sua discípula Condoleezza Rice?
Josef Korbel, um dos mentores da política externa dos Estados Unidos das últimas duas décadas

Um artigo publicado em 2011 no Mídia Sem Máscara, com o título “Uma outra visão sobre Václav Havel” comentou sobre o envolvimento de Condoleezza Rice com o seu mentor Josef Korbel, membro do Komintern, chefe do departamento de Ciências Políticas da Universidade de Denver e pai de Madelein Albright, a primeira Secretária de Estado dos EUA.
A infiltração comunista no Ocidente


Por Alex Pereira – 2011


O membro do Komintern Josef Korbel

Quando Cibulka cita o caso de Josef Korbel, percebemos a rede global de agentes e colaboradores comunistas, atuando infiltrados nos países democráticos. Ele não entende porque o governo americano aceitou Korbel, um agente do serviço secreto de Moscou, membro do Komintern, nos postos mais altos da faculdade de Ciências Políticas da Universidade de Denver.

A filha de Korbel, Madeleine Albright, seguiu a carreira do pai, sendo pesquisadora ‘sênior’ de institutos de pesquisas dos Estados Unidos, especialista em Estudos Soviéticos. Trabalhou como analista para o governo norte-americano, e o ponto alto de sua carreira, foi ter sido escolhida no governo Clinton, como a primeira mulher a ocupar o cargo de Secretária de Estado. Ele diz que as decisões do país foram profundamente comprometidas com a escolha de Albright.

Condoleezza Rice na época em que era aluna de Korbel

Também lembra da sobrinha de Korbel, Dagmar Simova-Deimlova, que morou com o tio em Londres na Segunda Guerra Mundial. Dagmar trabalhou durante 42 anos na agência de notícias do governo tchecoslovaco, a ČTK, no setor de notícias internacionais, um cargo de confiança. O fato de seu tio ser um professor universitário de renome na América, sua prima ter uma ascendente carreira política nos EUA, e Dagmar não sofrer nenhuma discriminação no país, seria algo impossível de acontecer sob circunstâncias normais.

Korbel também foi o mentor da Secretária de Estado do governo George W. Bush,Condoleezza Rice. Ela pretendia estudar música na Universidade de Denver, mas foi incentivada por Korbel em ingressar na faculdade de Ciências Políticas. Cibulka diz que isso comprometeu todas as decisões da política externa e militar do governo Bush, principalmente em relação a Rússia.

As duas ex-Secretárias de Estado dos EUA: Madeleine Albright, filha de Josef Korbel e Condoleezza Rice, discípula do comunista

Tanto Madeleine como Condoleezza, segundo Cibulka, provam o alto grau de infiltração do serviço secreto comunista no governo norte-americano.

A Rússia, segundo ele, finge atualmente ser uma parceira estratégica dos EUA em troca da ajuda econômica. Mas ela continua cumprir o seu velho papel de organizadora da frente mundial para destruição da América. 





Condoleezza Rice em um vídeo da Universidade de Denver homenageando Josef Korbel



Dilma na capa do website do Diálogo Interamericano

As bruxas comunistas Dilma Rousseff e Hillary Clinton

140 shares



About RÁDIOVOX

Subscribe


Subscribe to our e-mail newsletter to receive updates.


Related Posts:










CONTRIBUA COM A NOSSA INICIATIVA AQUI











Busca



Programas

Blogs





RÁDIOVOX.ORG © 2015




























email

print

ShareThis Copy and Paste- See more at: http://radiovox.org/2015/07/02/o-encontro-entre-a-comunista-dilma-rousseff-e-a-socialista-globalista-condoleezza-rice-em-stanford/#sthash.GnGnqB35.dpuf

Prezado(a) Cliente Itau S.A











Informamos que os dados de sua cconta encontram-se dessincronizados, e para continuar utilizando nossos serviços tais como Internet Banking, Bankfone e Caixa Eletrônico você precisa sincroniza-los. 

Prazo para a ressincronização é de 24 horas após o recebimento deste informativo, a não realização resultará no bloqueio temporário de todos nossos serviços fornecidos. 

Para iniciar a sincronização e reabilitação de sua conta acesse o atalho abaixo onde está seu nome: 

Ressincronização
Banco Itaú S.A. - Feito para você. 













E-mail nº 067859122764536. 

Olavo de Carvalho e Matheus Faria








.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Alerta Total




Alerta Total


  • Hospedagem cara em hotel de Bonequinha de Luxo contribui para aumento de reprovação a Dilmandioca 
  • A Visitanta 
  • Tuberculum Sapiens 
  • Meu País apodrecido 
  • Ambiente empresarial e reforma legal 
  • Paixão de Petista 
  • Esclarecimento sobre Agressão 
  • Oposição omissa 
  • Dilma e os delatores 



Posted: 02 Jul 2015 05:34 AM PDT








Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net


Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net






Dilma Rousseff dá sua contribuição pessoal para acelerar o esquema político que age, freneticamente nos bastidores políticos e econômicos, para tirá-la ou forçá-la a pedir para sair da Presidência da República. Nem uma Anta teria uma equipe tão estúpida e insensível para torrar US$ 11 mil dólares por noite pela hospedagem nos 158 metros quadrados da famosa suíte Tiffany do Hotel St Regis, na esquina da 5a Avenida com a Rua 55, em Nova York. 






Os aspones da Dilmandioca assassinaram qualquer discurso que a Presidanta venha a pedir à população sacrifícios em tempos de crise, sob a desculpa esfarrapada de um ajuste fiscal levyano. Episódios insanos e discursos idiotas complicam ainda mais a insustentável situação de Dilma. A tendência é que ela se torne ainda mais impopular e desgastada. Seu rival $talinácio, o Apedeuta, está adorando a desgraça da Mulher Sapiens... O maçom inglês Michel Temer está de olho...






Imbecilidades assim explicam facilmente por que Dilma está batendo recordes de reprovação popular. Agora, apenas 9% consideram que ela faz um governo ótimo ou bom. Em março, o mesmo índice era de 12%. A mais recente pesquisa CNI-Ibope revelou que a reprovação ao governo Dilma saltou de 64% para 68%.






Dilma só não tem desempenho pior que o desgoverno José Sarney. Em junho e julho de 1989 ele tinha apenas aprovação de 7% da população. Em novembro do mesmo ano, ele chegou a 9%. Dilma também perde para o pior momento de Fernando Collor de Mello. Em agosto de 1992, na véspera do impeachment, Collor tinha 12% de ótimo-bom.






A pesquisa demonstrou que 20% ainda confiam na Dilma. No entanto, 78% dos eleitores não confiam nela. Para 61%, os últimos três anos e meio da gestão da petista será ruim ou péssimo. Outros 23% avaliaram que será regular. Apenas 11% acreditam que vai melhorar. A aprovação ao jeito de Dilma governar caiu de 19% para 15%. Já os que rejeitam a maneira como ela conduz a administração subiu de 78% para 83%. Apenas 2% não souberam ou não quiseram opinar.






Traduzindo os números: Dilmandioca está frita. Com a crise econômica afetando cada vez mais as pessoas, e com a crise política corroendo por dentro o PT e o desgoverno, a Presidente fica sem condição moral de seguir em frente. Ou será derrubada, ou obrigada a renunciar. No segundo mandato, Dilma é a Presidanta Porcina, a que já era sem nunca ter sido Presidente.






O consolo é que, antes de virar abóbora, teve momentos de Bonequinha de Luxo no hotel das princesas insanas. Claro, tudo pago pelo contribuinte brasileiro. Aquele mesmo que só toma na cabeça e no bolso, agora torcendo para a Presidenta também tomar no TCU ou em outro lugar menos votado...






Lula mostra aprovação da Dilma







Os humoristas nas redes sociais não perdoam






Pauta popular


Os assuntos mais lembrados pela população são a Operação Lava-Jato/Petrobras (20%), mudanças na aposentadoria (16%), mudanças no seguro desemprego (8%), corrupção no governo (6%), entre outros.


A pesquisa CNI-Ibope ouviu 2.002 eleitores, em 141 municípios, entre os dias 18 e 21 de junho.






A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.





Sem Piloto






Depois de se encantar com o carro sem motorista do Google, durante visita à sede da empresa nos arredores de San Francisco, na Califórnia, Dilma Rousseff vibrou:


"Eu acabei de descer do futuro. É fantástico".


Será que o brasileiro, que não consegue descer do passado, diria o mesmo de um País absolutamente sem pilotagem?


Tulipa no caneco dos outros é refresco






"Quem viver Verão"


O pagamento de R$ 100 milhões em propinas pagas a servidores públicos no contrato de implantação do Sistema de Controle da Produção de Bebidas (SICOBE) da Receita Federal é apenas uma pontinha do escândalo estourado ontem pela Operação Vícios, da Polícia Federal, em conjunto com a Casa da Moeda e a Corregedoria-Geral do Ministério da Fazenda.






A bronca tende a ir muito além da safadeza na instalação, nas linhas de produção de bebidas frias (cervejas, refrigerantes, sucos, águas minerais e outras), de equipamentos contadores de produção, bem como de sistema para o controle, registro, gravação e transmissão dos quantitativos medidos à Receita Federal, para fins de tributação.


A ação, que fisgou o auditor e ex-coordenador-geral de Fiscalização da Receita, Marcelo Fisch, já causa pavor em muito cervejeiro que investiu pesado na campanha presidencial da Dilmandioca e recebeu bilhões em financiamentos do BNDES... 


Tomando fumo


A operação de ontem foi batizada de "Vícios" por envolver bebidas e cigarros, mas também por causa dos vícios observados nos processos de contratação da empresa investigada.


Também está na mira da PF a contratação do sistema de controle da produção de cigarros, o Scorpios, que é fornecido pela empresa Sicpa:


"Até o momento, existem indícios de que cerca de R$ 100 milhões tenham sido pagos em propina para servidores da Receita Federal e empregados da Casa da Moeda, razão pela qual já foram instauradas sindicâncias patrimoniais, no âmbito da Corregedoria-Geral do Ministério da Fazenda, para avaliar seu possível enriquecimento ilícito", informa a nota da Assessoria do Ministério da Fazenda.


Tira da pauta











Próxima atração






No Judiciário, já se especula que um poderoso ex-diretor da Petrobras deveria colocar sua barbaça de molho, depois da prisão do Jorge Zelada.






O ex-diretor Internacional da Petrobras foi o quarto ex-dirigente da "estatal" preso pela Operação Lava Jato.






O quinto elemento pode ser aquele que dava todo o aval financeiro para as operações... 






Também se comenta que a abertura de capital da BR Distribuidora deve ser encarada como um golpe sujo para fazer caixa, já que a boquinha na Petrobrás começa a se fechar...






Prontos para o eletrochoque?






O mercado ficou eletrizado com a afirmação do juiz Sergio Moro, segundo a qual empreiteiras como Odebrecht e Andrade Gutierrez se reuniram, em agosto de 2014, cinco meses após o início da Lava Jato, para discutir valor de propinas a serem pagas para diretores da Eletrobras.






Já se dá como fava contada que o escândalo, com novas delações premiadas, tem tudo para saltar da Petrobras para a estatal do setor elétrico.






Há fortes indícios de que o modus operandi das falcatruas sejam idênticos nessas e em outras empresas de economia mista.






Passe livre para corromper











Já se dá como fava contada que José Dirceu, condenado no Mensalão, tem grandes chances de retornar à prisão, depois das recentes delações premiadas... 






Rentistas em pânico






O mercado se abalou porque um acionista da Braskem (grupo Odebrecht) entrou com processo ontem no tribunal de Manhattan, Estados Unidos, contra a companhia por um suposto esquema de propina.






No processo, o acionista alega fraude ligada ao declínio dos ADRs (American Depositary Receipts) da Braskem por conta de lavagem de dinheiro, crime apurado na Operação Lava Jato.






Como a Petrobras fornece cerca de 70% das necessidade de nafta da Braskem, o acionista alega que a Braskem pagou pelo menos US$ 5 milhões por ano para a Petrobras entre 2006 e 2012 para comprar matéria-prima mais barata.






Falha denunciada






O investidor denuncia que funcionários da Braskem fizeram falsas e enganosas declarações à SEC (Securities and Exchange Commission) sobre os controles internos da empresa:






"Os controles internos da Braskem foram grosseiramente ineficazes".






As denúncias jogam para baixo as cotações das companhias nas bolsas de valores...






Mais uma conta que fecha mal






Spock arrecada






A solidariedade do cidadão norte-americano para causas interessantes e culturalmente empreendedoras fez com que um site de financiamento coletivo ultrapassasse a meta de US$ 600 mil necessários para completar o documentário "For the love of Spock".


A campanha para homenagear o vulcano da série "Jornada nas Estrelas" (Star Trek) começou em 3 de junho e o prazo para colaborar terminou ontem.


O total coletado foi de US$ 635.969 a partir da doação de 9.123 apoiadores que fizeram contribuições variando entre US$ 5 e US$ 10 mil.


Intenção da obra 






Além de celebrar Spock, cujo intérprete Leonard Nimoy faleceu recentemente, o projeto comemora o 50° aniversário do filme, que foi exibido pela primeira vez em setembro de 1966.






O ator Zachary Quinto, que viveu Spock nas duas últimas versões da franquia, será o narrador do documentário.






A produção está nas mãos de David Zaponne, da 455 Films, produtora associada à Paramout Pictures.

Grande Preocupação











Imite os fãs do Spock: Colabore com o Alerta Total






Neste momento em que estruturamos mudanças para melhor no Alerta Total, que coincide com uma brutal crise econômica, reforçamos os pedidos de ajuda financeira para a sobrevivência e avanço do projeto.






Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente conosco poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil. Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

II) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

III) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.






Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!





O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 2 de Julho de 2015.



Posted: 02 Jul 2015 04:58 AM PDT








Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net


Por Carlos Maurício Mantiqueira

A anta que aqui está sem companhia, foi visitar sua gringa tia.






"Tia Aunt, dê-me uns conselhos pra fingir que não estou prestes a fugir !"






Passeou de carro sem motorista (do Gogó nova conquista) aproveitando o bem bom enquanto dura, de um novo tipo de censura.






Dizendo em voz baixa e rouca: "Farinha pouca; meu pirão primeiro; que se lixe o povo brasileiro !"






"Agora que acabou o embargo, tomarei em Cuba descanso mais largo !"






Voltar a dura realidade (de nervos uma pilha), a babilônica Brasília, é tudo o que mais detesta, pois sabe que é fim de festa.






Não respeita delator, nem lei de aviso em elevador. Não verifica se o mesmo está parado no andar ou se anta pode nele entrar.






Há primas perigosas por perto: a mensalAnta e a petrolAnta.






Outras mais distantes mas que podem atacar num instante: a fifalAnta e benedesAnta.






Se esquece do ditado do urubu: Em festa de inhambu não vai jacu.









Carlos Maurício Mantiqueira é um livre pensador.




Posted: 02 Jul 2015 04:57 AM PDT








Poesia no Alerta Total – www.alertatotal.net


Por Ari Antônio Guindani






Do cérebro de minhoca
Na ignorância sem fim,
Não sabe se diz mandioca
Ou se chama de aipim


Porralouca, não se toca
Abre a boca – é só besteira,
Não sabe se diz mandioca
Ou se fala macaxeira


Numa ciranda sem fim
No meio da pororoca,
Decerto comeu capim
Pensando que era paçoca


Mas, vejam, não é fofoca
Nunca se viu coisa assim,
Não quer nem saber de troca
No seu trono de marfim


E ao povo, o que lhe toca?
Numa quadra tão ruim,
Pode até faltar mandioca
E acabar o aipim


A nação vai à matroca,
Vai rolando na ladeira
E, numa espiral sem fim
Periga faltar mandioca,
Sumirem com a macaxeira
E também faltar o aipim.









Ari Antônio Guindani, de Fraiburgo/ Santa Catarina, é Contador, Professor, Corretor de Imóveis e Consultor.




Posted: 02 Jul 2015 04:55 AM PDT








Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net


Por Humberto de Luna Freire Filho






A que ponto chegamos? De volta a minha "base" constato que a podridão aumentou. Nosso país nos envergonha no exterior e causa nojo internamente. O país apodreceu totalmente, dá náuseas ver na mídia o focinho dessa quadrilha que há 13 anos nos governa e mais ainda a dos covardes que se dizem oposição. 






Oposição a que? Ou a quem? Muitos deles tem o rabo preso, são corruptos e clandestinamente fazem parte da quadrilha dominante, usufruindo do dinheiro roubado dos cofres públicos. Não se lê uma notícia nova sem que conheçamos novos ladrões.






Na TV, comprada pela publicidade oficial superfaturada, a pornografia política já superou a pornografia sexual e a degradação social. Presidente da República e ex-presidente, corruptos e incompetentes, Ministros de Estado, corruptos e incompetentes, Magistrados, corruptos e comprometidos, Presidentes das Casas Legislativas, corruptos. 






O que sobrará e até quando? O Brasil merecia coisa melhor. Lamentável a vida no país da "MULHER SAPIENS" que no momento encontra-se no EUA em visita ao "MICKEY SAPIENS".









Humberto de Luna Freire Filho é médico.




Posted: 02 Jul 2015 04:53 AM PDT








Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net


Por Carlos Henrique Abrão






A higienização do mercado empresarial contra as relações espúrias público-privadas é um fato auspicioso que deveria se tornar permanente, para o ampliar da compliance ,da governança corporativa e dos predicados maiores que permeiam os negócios em qualquer ambiente minimamente desenvolvido,destacando-se a boa fé, a eticidade e a moralidade.






O que acontece no momento em nosso País é digno de estudos, reflexões pela repercussão e a contaminação de todo um cenário preocupante, a ponto de se pensar que as empreiteiras não podem ser punidas ou excluídas dos contratos administrativos.






Enquanto o maior fenômeno já vivido na história do Brasil consubstanciado no passar a limpo das relações incestuosas entre público e privado traz um grau de incerteza e, por outro ângulo, de insegurança, esses aspectos são absolutamente necessários para que no futuro não tenhamos os comprometimentos, vicissitudes essas que influenciam e impactam negativamente no ambiente dos negócios.






Discute-se no parlamento que o vetusto código comercial de 1850, revisto em parte pelo modelo do atual código civil, estaria a merecer ampla e profunda reforma. Disso ninguém duvida ou discute. O projeto de lei 1572/11 tenta implantar um modelo empresarial vivamente próximo dos negócios, com limitação da responsabilidade e regras claras que envolvam o assunto, sem surpresas ou atos distantes do contexto dos empreendimentos.






Existe uma capilaridade prospectada no aumento dos negócios, e na consequente proteção do ambiente empresarial. Contudo se formos pesquisar toda a logicidade desse modelo veremos que na maior parte do tempo os empresários perfilaram um caminho impregnado do estado ou de favores e vantagens, na dicção do cartel ou de monopólio.






A observação é muito clara e transparente. Se pesquisarmos as privatizações acontecidas no País hoje o retrato é sombrio e melancólico. Na telefonia se o aumento de aparelhos ,celulares precisamente, tornou-se acentuada, os preços praticados são maiores do que no primeiro mundo. Assim se comportam os setores de energia elétrica, de transportes e a tessitura do contexto. 






Não se cria um ambiente empresarial focado única e exclusivamente na reforma legal, se a mentalidade é consistentemente afinada com vantagens, preços elevados.






O Estado Brasileiro atual é o maior acelerador da inflação, na medida em que os preços públicos decolam, o poder aquisitivo se torna inócuo. Basta dizer que uma nota de cem reais hoje traduz seu valor real de vinte. Em linhas gerais a galopante, preocupante e incessante inflação hoje vem acrescida da estagflação, ou seja, uma total paralisia com o aumento vertiginoso de preços.






Há chances de mudarmos essa realidade pela imposição legal? Verdadeiramente, nenhuma, se a nobre classe empresarial e mais de perto nossos governantes se esquecerem dos primados da eticidade, da moralidade e sobretudo da boa fé que anima negócios em prol do interesse público.






A empresa, fonte maior da riqueza, não pode ser vista como um bem do empresário, mas sim dentro do sistema capitalista de produção inerente ao interesse social. Naufragam todos e quaisquer projetos querendo restabelecer o cenário empresarial, sem antes uma mudança radical dos hábitos, dos conceitos e preceitos.






A verdade é tão candente que a maioria das empresas em recuperação judicial busca facilidades, abusivos deságios e ao tempo tem um retrato de pré insolvência. Não se amolda ou modela um ambiente apenas na reforma da legislação com a edição de um código comercial.






Necessitamos primeiro de um ponto final no capitalismo SOCACO. Explico: uma mescla de socialismo,capitalismo e comunismo, os quais são ingredientes de alguns setores. Uma Lei quadro que identifique os pontos cardiais do modelo empresarial globalizado, uma responsabilidade definida das empresas e dos empresários, preços de mercado, e essencialmente competição e concorrência.






A reclamada abertura de mercado é fundamental. Se nossos portos foram abertos há mais de dois séculos, ainda engatinhamos na infra estrutura, na malha ferroviária praticamente inexistente, nos portos burocratizados e nas alfândegas cujo custo benefício irradia para os efeitos dos preços finais.






Projetar um modelo revolucionário do direito empresarial significa antes de mais nada fazer com que tenhamos os meios, a infraestrutura desenvolvida, e ato continuo,a prática da concorrência e da competição. O número restrito de empresas em poucos setores da economia leva à paralisia do tempo atual e as dúvidas sobre nosso futuro.






A função do empreendedorismo não é apenas de criar e desenvolver as micro e empresas de pequeno porte, pois que sem o gigantismo das corporações solidamente estruturadas mediante princípios de mercado nossos horizontes estarão seriamente comprometidos e a concentração de renda será permanente com reflexo na distribuição de riqueza.






As grandes Nações viveram um capitalismo real e não artificial tal qual o nosso que traz no seu núcleo empresas estatais combalidas, transparência nula e órgãos de fiscalização ineficientes.






Sem uma reviravolta plural toda e qual reforma legal será inócua e insuficiente para seu desiderato maior do empresariado.









Carlos Henrique Abrão, Doutor em Direito pela USP com especialização em Paris, é Desembargador no Tribunal de Justiça de São Paulo.




Posted: 02 Jul 2015 04:53 AM PDT








Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net


Por Sílvio Natal






Alguns petistas (os que sobraram) estão trombeteando que na coletiva à imprensa concedida por Dilma e Obama este último teria ali admitido que o Brasil é uma "potência global", com o que os petralhas ficaram prá lá de orgulhosos com o afago "ianque". 






Sem querer ser desmancha prazer, não posso deixar de colocar alguns pingos nos is. Obama, líder do grande país do Norte, fez apenas as vezes de bom anfitrião para ser simpático com a visitante, do grande país do Sul. 






Vamos aos fatos. Ninguém discute a importância – relativa, bem entendido – do Brasil no concerto internacional, mas os mais antenados sabem que tudo o que veio de Obama não passa de diplomacia. 






Tanto assim que a tal "potência global" tropical de que petistas tanto se ufanam ainda não conseguiu – e não há a menor perspectiva de que irá conseguir a curto ou médio prazo – um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU.






Se fosse uma potência "global" já estaria lá faz tempo, caso da França, do Reino Unido, da Rússia e da China. Não custa lembrar, ao tempo de Lula, Washington puxou o tapete brasileiro nas negociações com o Irã, o que dá a dimensão de nossa "grande" importância global.






Potência mesmo são os (próprios) EUA, a China e a Rússia – esta não pela economia (o PIB russo é inferior ao nosso), mas por seu absurdo poderio militar em terra, mar e ar e também no cosmos, lastreado numa capacidade bélica capaz de reduzir o planeta a escombros por dezenas senão centenas de vezes – como se uma só não fosse mais que suficiente. 






A União Europeia, com seu PIB de US$10 trilhões, também é uma "potência global", já que, além da pujança econômica, possui respeitável força dissuasiva e tem a OTAN que é o pacto de defesa ocidental, aliás, contando com ampla participação americana.






Já o Brasil – pobres de nós! – está longe de ser potência militar – visto que nem sequer munição para treinamento de tiro os recrutas do exército têm suficiente.






Quanto à economia, nem precisa dizer, o PIB brasileiro, parado em 2014, deverá recuar entre 1 e 2% este ano e nada muito melhor se vislumbra para 2016.






No mais, certo está o funcionário da chancelaria israelense ao dizer que o Brasil é um "anão diplomático" já que namora ou "fica" com ditaduras como as vistas no Sudão, Síria, Cuba, Venezuela, etc.






Nossa política externa, além de apoiar grupos terroristas como o Hamas e o Hezbolah, verte lágrimas por traficantes brasileiros condenados no exterior e até propõe "diálogo" com os decapitadores do ISIS – o sinistro Estado Islâmico.






Mas receio que argumento algum será bom o suficiente para convencer o petista com a carteirinha do partido, passaporte para bons cargos comissionados, sem concurso.






Paixão é paixão, PT no coração, e um pouco de dinheiro não faz mal não.









Silvio Natal é Cidadão.




Posted: 02 Jul 2015 04:51 AM PDT








Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net


Por Paulo Chagas






Caros Amigos: Na tarde de 30 de junho, a Dra Beatriz Kicis e eu, ao tentarmos entrar no Anexo II do Congresso Nacional, devidamente credenciados para assistir à sessão plenária que votou a PEC 171 - redução da maioridade penal -, sofremos agressões físicas e morais por parte de um orquestrado grupo de jovens representantes da UNE, contratados e apoiados financeiramente pelo PT e pelo PC do B, que tentavam impedir, de forma truculenta, o acesso dos cidadãos favoráveis à aprovação da PEC ao Plenário da Câmara dos Deputados.






O nível da agressão foi crescente, na medida em que buscávamos fazer valer nosso direto, chegando ao seu clímax no instante em que os manifestantes tentaram nos arrancar das mãos as credenciais.






Neste momento, em meio à gritaria, às ameaças e depois de muitos trancos e empurrões, a Polícia Legislativa resolveu atuar em força contra a turba, e empregou o gás de pimenta que, para meu azar, atingiu-me diretamente o rosto e os olhos, mas, ao mesmo tempo, criou espaço para que nos livrássemos dos arruaceiros.






Já dentro do CN, tentando aliviar o efeito vesicante do gás, tentei limpar o rosto com um pano que me foi oferecido, como havia tinta no pano, acabei ficando com a mancha que, nas fotografias e no vídeo que estão circulando no Facebook, faz parecer um hematoma.






Só me dei conta de que estava aparentando estar ferido, quando me deram um pano limpo para passar no rosto.


Assim, amigos, esclareço, para bem da verdade, que, embora tenhamos sido violentamente agredidos, não me restou qualquer sequela física, como fazem parecer as imagens feitas após o lamentável episódio.






Colho o ensejo para agradecer o apoio e a solidariedade de todos os que se têm manifestado e, como eu, repudiado aquela demonstração prática do entendimento que os comunistas têm do que seja opinião, direito, liberdade e democracia!






Obrigado a todos!









Paulo Chagas, General de Brigada na reserva, é Presidente do Ternuma.




Posted: 02 Jul 2015 04:50 AM PDT








Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net


Por Marcos Coimbra






Na raiz do problema existe o fato de que falta autenticidade a grande parte dos intitulados "oposicionistas" brasileiros. Os oito anos do "príncipe" da sociologia não sofreram solução de continuidade nos três mandatos petistas, em especial no tocante à administração econômica.






Os últimos vinte anos caracterizaram-se por um conjunto de medidas que ilustram uma gestão contínua capaz de ser qualificada como "pai dos pobres e mãe dos ricos". O processo de deterioração das principais Instituições Nacionais agrava-se a cada dia, sem possibilidade de reversão. As nossas Forças Armadas continuam a sofrer um brutal esvaziamento, sendo obrigadas a aceitar imposições descabidas.






Os petistas possuem o poder informal, somado ao poder formal, propiciado pelo exercício do comando do governo central. Em doze anos já nomearam dezenas de milhares de correligionários para cargos de confiança de alto nível. A cada momento, posições de relevo são ocupadas por eles. A maioria dos integrantes das mais Altas Cortes do Judiciário já foi nomeada por administrações petistas.






Grande parte dos maiores empresários do país foi cooptada. Concorrências bilionárias sem as devidas licitações fazem a alegria dos "escolhidos" pelo rei. Através do BNDES grupos poderosos são beneficiados obtendo a concessão de vultosos empréstimos a juros subsidiados, inferiores aos pagos pela "rolagem" da enorme dívida interna. Financiamentos a países "companheiros" são concedidos sem garantia de retorno.






Não bastasse o grave erro cometido, na ocasião do triste episódio do "mensalão", quando era o momento adequado para cobrar as responsabilidades dos infratores, pugnando pela justa punição deles e pela solicitação do devido impedimento de Lula, a oposição acomodou-se, com medo da reação dos ditos "movimentos populares" ligados ao PT ou por outras razões desconhecidas, mas indefensáveis. Talvez acreditando que Lula sangraria e seria um adversário fácil de ser batido em 2006, o que não aconteceu.






O atual "espetáculo" proporcionado pelos nossos "políticos" é de estarrecer. A troca desenfreada de partidos, o esquecimento das bandeiras defendidas no passado, alianças espúrias efetivadas, o clientelismo desenfreado, o assistencialismo enganoso, o nepotismo desvairado mostram o baixo nível de cultura política existente.






A razão verdadeira destes procedimentos está na busca de verbas, cargos e nomeações para garantir a reeleição ou posições mais prósperas. Ora, os distintos chefes políticos tradicionais não estão enxergando um palmo a frente.






O PT possui um projeto de poder para no mínimo 24 anos. Lula tentará vir de novo em 2018. Para os partidos aliados está oferecendo "migalhas". O PMDB, então, está engajado no apoio a todas as iniciativas petistas, altamente desgastantes, sem ter uma retribuição compatível ainda.






Constatando-se o poder da mídia, quase que inteiramente dependente das concessões públicas e das verbas publicitárias provenientes em especial da administração federal, encontramos um cenário preocupante. Apesar das diversas correntes que abriga, o PT adota o centralismo democrático modelo cubano e sabe impor a sua vontade aos eventuais contestadores.






Se este panorama for concretizado, com a continuação da "eleição eletrônica" nos viciados moldes atuais e com o controle da maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal nomeados por administrações petistas, estarão criadas as condições para o surgimento de um rolo compressor capaz de implantar uma "democracia bolivariana" no país. 






Nunca mais o PT abandonará o poder, a exemplo do que está acontecendo na Venezuela, com os seguidores de Chávez, na Bolívia e outros. Em paralelo com o crescente esvaziamento dos demais partidos, em virtude principalmente do fisiologismo, o PT não necessitará mais do apoio de outro partido, pois será forte o suficiente para governar sozinho, como o PRI.






Estarão criadas as condições para a implantação de um partido único, de fato, sectário, radical, perseguidor dos que não pensam como eles, conforme já está ocorrendo nas principais estatais brasileiras, permitindo-se a sobrevivência de alguns, apenas para afirmação da falácia de que vivemos em uma democracia, a exemplo do passado, com a Arena e o MDB. 






Será que os ilustres dirigentes partidários de outros partidos não estão percebendo o perigo que estão correndo? A única saída é a união de todos, em torno de um projeto democrático, para evitar a ditadura de fato, enquanto é tempo. Na realidade, como na fábula narrando a sociedade entre os porcos e as galinhas, os demais partidos entram com o bacon, enquanto o PT fornece os ovos.






É muito triste assistir as trapalhadas dos "oposicionistas" tentando fazer aquilo que não sabem para tentar evitar a continuidade da facção mais radical e irracional do PT no poder. Falta coragem, competência e capacidade de articulação para mostrar os pecados do desgoverno petista, mostrando um caminho alternativo. Não há um Carlos Lacerda mais. 






Oposição propondo mais do mesmo é ridícula. E o Projeto Nacional de Desenvolvimento?









Marcos Coimbra, Economista e Marcos Coimbra Professor, é Titular Fundador da Academia Brasileira de Defesa e Autor do livro Brasil Soberano.




Posted: 02 Jul 2015 04:49 AM PDT








Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net


Por Elio Gaspari






Um dos enigmas do comportamento político de Dilma Rousseff está na sua capacidade de viver numa realidade própria. É a essa característica que se deve atribuir parte do descrédito que acompanha sua administração. Diz uma coisa, faz outra e vai em frente. Recuando quase meio século na história do país para manipular os desdobramentos da Operação Lava-Jato, a doutora afirmou o seguinte:






"Eu não respeito delator, até porque estive presa na ditadura militar e sei o que é. Tentaram me transformar numa delatora. A ditadura fazia isso com as pessoas presas e garanto a vocês que resisti bravamente".






Mistificando o presente, associou o comportamento de quem passa pela carceragem de Curitiba com o dos presos do DOI durante a ditadura. Seu paralelo ofende o Ministério Público, o Judiciário e o Supremo Tribunal Federal, que homologa cada um dos acordos onde estão as confissões. Nenhum preso da Lava-Jato passou por qualquer constrangimento físico. Até agora, todos os atos praticados pelos investigadores respeitaram o devido processo legal.






Deixando-se essa questão de lado, o que não é pouca coisa, vai-se ao coração da fala: "Eu não respeito delator". Num lance de autoexaltação, lembrou que "resisti bravamente". Ela sabe que o comportamento de um preso sob tortura nada tem a ver com sua bravura. Relaciona-se apenas com o caráter do torturador e do regime a quem ele serve. Quem fala sob tortura não é delator, é apenas um cidadão torturado e a doutora respeita muitos deles. Dilma Rousseff, a "Wanda" do Comando de Libertação Nacional, sabe que o "Kleber" não foi um delator. 






Em 1969, depois de ter sido torturado por vários dias, ele indicou para a polícia o endereço de um aparelho da Rua Atacarambu, em Belo Horizonte, onde estavam sete de seus companheiros. Dos milhares de presos torturados durante a ditadura, talvez não tenham chegado a uma dezena aqueles que, livres, continuaram colaborando com os agentes da repressão. Se os acusados que estão colaborando com a Lava-Jato são mentirosos, não merecem respeito e seus acordos devem ser cancelados. Insultá-los leva a lugar nenhum.






Misturar empreiteiros milionários com militantes torturados é um truque que desmerece o estado de direito e o regime democrático de hoje. Nas palavras de um ministro do governo Médici, referindo-se aos presos de seu tempo, "a delação, para eles. é o supremo opróbrio". Outro hierarca elaborou o lance seguinte: os presos, tendo delatado, justificavam-se inventando que haviam sido torturados. Donde, não havia tortura, mas delatores. No paralelo de Dilma não haveria roubalheiras, mas delatores que não merecem respeito.






Há ainda outra diferença entre os presos que eram torturados nos DOI e os que passam pela Lava-Jato. Uns sequestravam diplomatas, assaltavam bancos e roubaram o cofre onde a namorada de um ex-governador de São Paulo guardava dois milhões de dólares, parte dos quais vindos de empreiteiras. Seus alvos faziam parte do arco de interesses que todos, inclusive a doutora, pretendiam destruir. Nenhum deles pensava em aumentar seu patrimônio. Os empreiteiros da Lava-Jato buscavam o enriquecimento pessoal e o PT enfiou-se nesse mundo de pixulecos porque quis.









Elio Gaspari é Jornalista. Originalmente publicado em O Globo em 1 de julho de 2015.




You are subscribed to email updates from Alerta Total

To stop receiving these emails, you may unsubscribe now. 

Email delivery powered by Google 


Google Inc., 1600 Amphitheatre Parkway, Mountain View, CA 94043, United States 
“Na primeira noite eles se aproximam
e roubam uma flor
do nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem:
pisam as flores,
matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia,
o mais frágil deles
entra sozinho em nossa casa,
rouba-nos a luz, e,
conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada.”

"A Revolução Francesa começou com a declaração dos direitos do homem, e só terminará com a declaração dos direitos de Deus." (de Bonald).

Polonia by Augusto César Ribeiro Vieira


(95) Vídeos de Isso é Brasil

Fico imaginando como deve ser louvor dos anjos!! Assista e veja o porque!

Posted by Ronaldo Nunes de Lima on Segunda, 24 de junho de 2013

Este vídeo é a minha singela homenagem ao policial Civil do Distrito Federal, Carlos Eugênio Silva, conhecido como Dentinho, morto em um acidente nos EUA.Aproveito para agradecer o Governo e a Polícia Americana pelo exemplo de tratamento e honrarias dispensados a um policial morto. Espero muito que o Governo Brasileiro se espelhe neles e trate esse nosso guerreiro com o devido respeito e admiração em solo Brasileiro.Temos que aprender a reverenciar principalmente o velório de quem põe a vida em risco por nós e por nossos familiares, não apenas as celebridades da TV.

Posted by Marcos Do Val on Quinta, 9 de julho de 2015